quarta-feira, 23 de abril de 2008

Efeitos das Radiações




Os efeitos da radioactividade nos seres vivos manifestam-se a dois níveis:










  • Nível somático, cuja expressão máxima é a morte.
  • Nível genético, responsável pelo aumento de mutações cromossómicas, podendo originar modificações genéticas nas gerações posteriores.


Os efeitos da radiação dependem:


  • Da quantidade de radiação assimilada;

  • Da natureza da reacção;

  • Do tempo de vida do núcleo;

  • Dos órgãos onde está acumulada.

Tal como variam os efeitos dos vários tipos de radiação, também variam a sua capacidade de penetração nos tecidos.
Os neutrões e os raios gama são os que podem alcançar o interior do nosso corpo e são justamente esses dois tipos de radiações que se libertam em explosões nucleares ou em caso de acidente nos reactores.

Quando uma reacção incide num tecido biológico, altera as características químicas das moléculas destes tecidos, formando-se radicais intracelulares que:


  • Matam a célula: o organismo elimina e substitui as células mortas.

  • Originam divisões não controláveis: geralmente formam-se tumores malignos.


Por estas razões são muito perigosas as consequências das explosões nucleares. O pó radioactivo extremamente fino introduz-se com facilidade nos nossos corpos e aí se acumula.











Nenhum comentário: